CHIHUAHUA

O mais pequeno!

O aspeto mais caracteristico e marcante desta raça é sem dúvida o pequeno tamanho.

O seu temperamento carinhoso, destemido e valente faz do Chihuahua, um excelente cão de companhia, perfeitamente adaptado a pequenos espaços.

O Chihuahua é um cão rústico, de natureza forte e atento a tudo o que acontece ao seu redor. Com o seu pequeno tamanho, possui toda a graça e leveza de um cão de colo. Como cão de companhia, é bastante divertido e muito observador, travesso e brincalhão.

Origens da raça

É originário do maior da República Mexicana, o estado de Chihuahua, que lhe dá o nome. A origem do Chihuahua é cercada por grande polêmica.

A hipótese mais aceite para o seu desenvolvimento é que a raça seja descendente do Techichi, um cão muito pequeno, que convivia com os Toltecas, civilização anterior aos Aztecas, no México, e que teve seu apogeu no século X. O Techichi aparece em diversas gravuras nas pedras dos templos. Segundo estudos arqueológicos, estes cães teriam sido perpetuados pelos Aztecas, sendo considerados sagrados por serem os "guias" das almas pelas "trevas".

Outra teoria afirma que estes cães teriam uma origem muito mais antiga, e que seu berço seria o Oriente, baseando-se na trdição miniaturista dos povos orientais e teriam sido levados para a América nos navios que faziam comércio com a Ásia.

Principais aptidões da raça

Apesar da sua grande aptidão em caçar roedores, o Chihuahua é atualmente considerado como um cão de companhia, já que o seu temperamento afetuoso, para com o seu dono, faz dele um verdadeiro e inseparável amigo.

Aparência geral

Como principais caracteristicas morfológicas destaca-se, para além do pequeno tamanho e constituição harmoniosa, a sua cabeça inconfundivel e bastante singular, que deve ser bem redonda, com o crânio em forma de "maçã", stop bastante pronunciado.

De focinho curto, os seus olhos são grandes e redondos, brilhantes e muito expressivos, não excessivamente proeminentes. Devem ser escuros, os olhos claros são permitidos, mas não são desejados. As orelhas relativamente grandes e bastante separadas entre si.

A cauda é moderadamente comprida levada alto, arqueada ou em semicirculo, com a ponta dirigida para o dorso.

O seu tamanho

A raça possui o titulo de "Cão mais pequeno do Mundo". Segundo o Livro do Guinness o cão mais pequeno é um Chihuahua americano, "Heaven Sent Brandy", que mede 15,2 cm desde o nariz á ponta da cauda. Devido ao seu pouco peso e pequeno tamanho, é uma boa opção para donos mais idosos. Pode pesar entre  500 gramas a 3 kg, no entanto, o peso ideal, e recomendado para a raça, é entre1,5 a 3 kg. Os exemplares com mais de 3 kg são desqualificados.

A sua pelagem

A raça pode ter dois tipos de pelo: curto ou comprido. Na variedade de pelo curto, este é aderente ao corpo e deve ser brilhante e de textura suave. Na variedade de pelo comprido, este deve ser fino e sedoso,lisoou ligeiramente ondulado, sendo desejável sub-pelo. O pelo é muito comprido, em forma de pluma, nas orelhas, pescoço, parte posterior dos membros, pés e cauda.

Em ambas as variedades, todas as cores são aceites, em todas as suas tonalidades e combinações, excepto a cor merle.

A nivel de cuidados com a pelagem deve ser escovado, pois apesar do seu pequeno porte perde pelo, especialmente na altura da muda. O dono deve aproveitar este momento para observar os seus olhos, limpar os ouvidos e cortar as unhas, se necessário.

Temperamento

Um Chihuahua é um pequeno cão com uma grande personalidade. E um cão rústico, de natureza forte e bastante destemido, estando sempre alerta para tudo o que acontece ao seu redor. Dá sinal, ladrando, ao menor movimento estrando. No entanto, apesar da sua valentia, é também bastante divertido, travesso e brincalhão.

É uma raça que exige muito amor e atenção dos donos. Fica sempre extasiado quando o dono chega a casa, cumprimentando-o com muitos beijinhos (lambidelas) e de cauda a abanar. São excelentes cães de colo, porque adoram estar perto dos donos, o mais que consigam.

Na presença de estranhos é cauteloso e demora algum tempo a conhece-los. Alguns exemplares ladram e/ou rosnam, mantendo-se a uma distância na qual se sentem confortáveis.

É normal um Chihuahua tremer, isso pode acontecer quando está muito excitado com algo, assustado, inseguro, triste ou com frio.